Volkswagen e Ford anunciam aliança estratégica

A Volkswagen e Ford anunciaram nesta terça-feira (19) que estão estudando uma “aliança estratégica” para ganhar competitividade em todo o mundo. Além disso, as empresas declararam que assinaram um documento para dar início a uma colaboração em nível global. 

Volkswagen e Ford anunciam aliança estratégica

De acordo com o comunicado, as empresas estão analisando projetos conjuntos, incluindo o desenvolvimento de uma linha de veículos comerciais. O diretor de Estratégia da Volkswagen, Thomas Sedran, disse que “é de extrema importância ganhar flexibilidade por meio de alianças. A potencial cooperação industrial com a Ford é vista como uma oportunidade para melhorar globalmente a competitividade das duas empresas.”

As montadoras afirmaram que irão divulgar atualizações sobre a parceria de acordo com o avanço das conversas. No entanto, o anúncio diz que não haverá aportes financeiros entre as fabricantes e nem participações cruzadas. A Volkswagen e a Ford já foram parceiras entre nas décadas de 1980 e 1990, com a formação da Autolatina, atuando no Brasil e na Argentina.

Este não é a primeira aliança entre concorrentes na indústria automobilística. É comum que rivais se aproximem para desenvolver tecnologias em conjunto, além de reduzir custos com uma escala maior de produção. Um exemplo básico é que Ford e Chevrolet compartilham o câmbio automático de 10 marchas, presente em Mustang e Camaro.

Situação das empresas

 

No final de abril, a Ford anunciou um plano para cortar custos e aumentar as margens de lucro nos próximos anos. A marca “não vai investir em novas gerações de sedãs tradicionais para a América do Norte”. Isso inclui o Fusion, Fiesta e Taurus, disse a montadora. O objetivo é cortar US$ 25,5 bilhões em custos até 2022, ante US$ 14 bilhões previstos no plano anterior anunciado no ano passado.

Já a Volkswagen ainda enfrenta desdobramentos do escândalo de emissões dos veículos a diesel, que ficou conhecido como dieselgate. Nos movimentos mais recentes, a justiça alemã multou em 1 bilhão de euros a fabricante, que se declarou culpada. Além disso, a Volkswagen fraudou cerca de 11 milhões de veículos a diesel em todo o mundo. Os carros eram equipados com um software que burlava testes de emissões em motores deste tipo. Fonte: G1 Auto Esporte