Dicas para reformar a casa com o Consórcio
Dicas para reformar a casa com o Consórcio

Quer deixar a casa do jeito que você sempre sonhou? Então será necessário reformar a casa. Ficou preocupado com o trabalho que vai dar? Tenha em mente que o processo sempre compensa no final, principalmente pelas melhorias e pelo conforto trazidos. Veja a seguir “Dicas para reformar a casa com o Consórcio”. 

Dicas para reformar a casa com o Consórcio

São diversos os motivos que levam os proprietários a optarem por uma reforma, indo desde a necessidade de ampliação do imóvel devido ao crescimento da família à resolução de problemas estruturais, como infiltrações e infestação por pragas ou até mesmo pela modernização do ambiente. O que é mais vantajoso? Comprar um imóvel ou reformar?

  • Comprar um imóvel: De modo geral, é importante saber que a aquisição de um imóvel novo tende a custar mais caro. E não é à toa, já que os proprietários pagarão por um local com tudo pronto. Um imóvel novo conta com um visual mais atualizado e que oferece baixa manutenção. Dessa forma, poupa diversos custos, desde a compra de revestimentos para a casa até reparos nas instalações.
  • Reformar: Desde que os custos não sejam tão altos, a reforma costuma ser uma saída inteligente para quem busca valorização e customização. Você deseja morar em um local exatamente do seu jeito? Então esse é o caminho a seguir. Além disso, a reforma pode ser uma maneira de comprar barato, investir um pouco e alugar ou revender com ganhos reais. 

Portanto, o consórcio é uma ótima opção para ambos os casos, pois abre a possibilidade de se planejar tudo com calma, diluindo os custos em pequenas parcelas, que não pesarão tanto no seu bolso.

Como planejar uma reforma

  • Organize suas finanças: Quanto você e sua família pretendem investir? Essa é a primeira pergunta a ser respondida. O que acha de separar um valor mensal a ser destinado para a obra? Lembre-se: antes da reforma, só é possível ter uma estimativa do custo total, uma vez que os valores variam de uma época para a outra. É preciso fazer um orçamento a cada etapa, inclusive porque alguns têm prazo de validade. Além disso, os números costumam variar bastante de um profissional para o outro. 
  • Construa um cronograma para a obra: Antes de mais nada, é preciso listar absolutamente todas as atividades envolvidas, desde a compra de materiais até a pintura final. Nesse momento, é bom ser detalhista, prevendo cada passo a ser realizado. Depois de listar tudo direitinho, fica muito mais fácil desenhar um cronograma com início, meio e fim para cada atividade, o que pode ser feito por meio de uma tabela ou de um calendário. 
  • Monte um orçamento detalhado: Depois de fazer um planejamento financeiro geral, é imprescindível orçar tudo minuciosamente. Tijolos, revestimento, tintas, pisos, tomadas e mão de obra são alguns itens que você deverá orçar. 

Adquira o imóvel dos seus sonhos agora mesmo!

Quer realizar o sonho da casa própria? Acesse a nossa Tabela de Preços ou ligue pra gente 0800 735 7500 e fale com um de nossos consultores.