Os maiores golpes aplicados no consórcio
Os maiores golpes aplicados no consórcio

Infelizmente como em qualquer outra situação envolvendo dinheiro, há pessoas querendo se aproveitar de outras, no sistema de consórcio não é diferente. As condições para quem vai comprar um bem por consórcio são excepcionais. Em um sistema que oferece a oportunidade para que milhões de pessoas possam realizar seus projetos, e com isso conseguir a aquisição de bens que julgavam ser impossíveis ou que comprados de outras formas aumentavam o risco de endividamento ou juros extorsivos, o sistema de consórcio abre um leque de vantagens para aqueles que querem economizar e ter a oportunidade de consumir com os benefícios de quem  compra a prazo e paga á vista. Para isso, deve ser tomado alguns cuidados para que o risco de um negócio seguro e vantajoso não se transforme em uma decepção. Abaixo vamos dar algumas dicas de como evitar os maiores golpes aplicados no consórcio.

Os maiores golpes aplicados no consórcio

Contemplação imediata

Já de antemão vamos dizer: a promessa de uma pequena entrada e entrega do bem imediatamente não existe! Segundo o artigo 4º da Circular 3.085, de 2002, do Banco Central do Brasil, a venda de consórcio com promessa de contemplação imediata é propaganda enganosa. Se algo assim acontecer com você, fuja desse vendedor ou administradora o quanto antes! 

Tudo dentro do sistema de consórcio é planejamento, ou seja as entregas são por sorteio ou lance. Quanto mais meses o consorciado está participando de um grupo de consórcio menor o valor a ser dado como lance e maior a chance da retirada do bem, ou seja quanto mais rápido você fizer sua inscrição maiores são as suas chances de ser sorteado mais rapidamente. Claro que você pode ser sorteado já na primeira reunião, mas nenhum vendedor pode lhe prometer isso. 

Venda de cartas de crédito já contempladas

É algo legal dentro do consórcio e muito diferente da questão de contemplação imediata. Nesse caso, a cota foi sorteada, porém quem começou a pagar não irá querer transferir um direito na qual ele sabe que traz vantagens e benefícios sem uma compensação financeira o que poderá tornar o negócio desvantajoso. 

Como fazer para não cair nesse golpe? Peça que essa pessoa lhe informe o grupo e a cota e entre em contato com a administradora para verificar se o que está sendo prometido é realmente verdade. Não pague nenhum valor antes de pedir um extrato para a administradora com todos os dados. Se tudo estiver certo, o consorciado pode requerer a transferência da cota do para seu nome.

Administradoras fantasmas 

O consórcio é regularizado e fiscalizado no Brasil pelo Banco Central. Você pode conferir se as administradoras realmente existem e sua autorização para funcionar clicando neste link. 

Caso você tenha pulado essa parte e já está fechando negócio, atente-se ao boleto emitido pela administradora. Você pode confirmar no banco se o código cedente pertence à empresa que você está pagando. Abaixo um exemplo de onde você pode localizar essas informações no boleto.

ATENÇÃO: Não pague nenhum valor se for na conta de terceiros, não acredite em promessas. Geralmente os golpistas dão o número de suas contas pessoais ou poupanças e agem como se fossem funcionários de uma administradora.

Faça o seu consórcio com segurança!

Agora que você conhece os maiores golpes aplicados no consórcio, pode fazer o seu com muito mais segurança. Aqui você pode conferir várias matérias que falam sobre o consórcio, lhe ajudando a tirar todas as dúvidas antes de realizar o seu. 

Clique aqui para ver os planos de consórcios disponíveis.

Compartilhar
Artigo anteriorNovo Honda Accord chega em 2018
Próximo Artigo5 dicas para evitar o furto do seu carro

“Redator do Jornal do Consórcio. Poliglota autodidata, nascido em janeiro de 1993, estudante de Publicidade e Propaganda. Apaixonado por comunicação, espera deixar sua marca no mundo e um bom legado à sua família.”