Imposto de renda: Como declarar o consórcio
Imposto de renda: Como declarar o consórcio

A declaração do imposto de renda gera muitas dúvidas sobre como ou o que é necessário ser informado. Tire suas dúvidas sobre como declarar o seu plano de consórcio.

Imposto de renda: Declarando o consórcio

É de extrema importância declarar o plano de consórcio para evitar problemas junto a receita federal. O transtorno pode ocorrer tanto pelo falo do consumidor ter que justificar porque de não ter declarado, ser pego na “malha fina” ou até mesmo ter complicações para retirar sua carta contemplada, pois o órgão irá necessitar saber de onde vem o dinheiro para adquirir seu automóvel ou sua casa.

Consorciados não contemplados

Mesmo para os consorciados que ainda não estão contemplados, ou seja, que não estão de posse do bem no ano corrente, se faz necessário a declaração no Imposto de Renda.

O procedimento é simples, todas as parcelas pagas no ano de 2016 devem ser declaradas na ficha “Bens e Direitos”, com código 95, “Consórcio não contemplado”. No campo “Situação em 31/12/2015”, declare os valores pagos até o termino de 2015, já em “Situação em 31/12/2016” informe a soma dos valores pagos ao longo de 2016 e nos anos anteriores.

No campo nomeado “Discriminação”,  informe o nome e o número do CNPJ da administradora do seu consórcio, além do tipo de bem contratado, quantidade de parcelas já pagas e as que ainda estão a vencer.

Consorciados contemplados

Para quem já está contemplado a declaração do Imposto de Renda se difere um pouco. Será utilizado na mesma ficha citada no caso anterior, “Bens e Direitos”, porém no campo “Situação em 31/12/2015” deve ser deixado em branco.

Para declarar a aquisição de um automóvel, por exemplo, deverá ser inserido um novo item na ficha de “Bens e Direitos”, dessa vez pelo código “21 – Veículo Automotor Terrestre”. No campo Situação em 31/12/2016 deve ser informada a soma dos valores pagos pelo consórcio até então, incluindo até mesmo o valor do lance, se for o caso.

No campo “Discriminação” deverão ser incluídos os dados de modelo do veículos: ano, placa, bem como os dados do consórcio, nome, CNPJ da administradora, quantidade de parcela pagas e valor de lance (se necessário).

Para os consorciados que foram contemplados em 2016, porém não utilizaram o valor da carta de crédito devem declarar o Imposto de Renda da mesma maneira que os consorciados não contemplados. A Receita Federal determina que o período para a Declaração do Imposto de Renda este ano vai até dia 29 de abril. Caso você ainda tenha alguma dúvida, pode consultar o guia do Imposto de Renda da Receita Federal.

Ainda não tem seu plano de consórcio?

O consórcio é o sistema de compra mais econômica e segura de comprar bens seja ele imóveis ou móveis. A compra é 100% parcelada sem pagar nada de juros, entrada ou taxa de adesão. Acesse nossa página de marcas, compare entre as melhores administradoras de consórcio do país e encontre o plano ideal ao seu bolso.