Após quase dois anos da polêmica da obrigatoriedade ou não dos extintores de incêndio, o assunto volta à tona. Isso porque a câmara dos deputados aprovou novamente o extintor como um item obrigatório do veículo.

A polêmica dos extintores de incêndio

Os extintores iriam se tornar obrigatórios no final do ano de 2015, e isso fez com que muitos lojistas lucrassem com a procura intensa gerada na época. No entanto, duas semanas antes de iniciar a valer, a resolução 556/15 se tornou apenas facultativa.

A revogação teve como base um estudo realizado pelo Contran (Conselho Nacional de trânsito). Foi feito um levantamento durante 90 dias, onde foi constatado que há uma baixa incidência de incêndios em acidentes de carros. Dentro disso, o uso do extintor por uma pessoa despreparada pode causar mais riscos que o incêndio em si.

Novo Projeto de Lei para a volta dos extintores

O deputador Moses Rodrigues (PMDB-CE) foi quem propôs em novo texto do Projeito de Lei 3404/15, a volta do equipamento. Segundo o deputado, “Não cabe ao Contran entender que os extintores de incêndio não são mais considerados itens de segurança. Por isso não podem tomar facultativo seu uso e assim deixar vulneráveis os ocupantes dos veículos em casos de incêndio”.

O deputador Remídio Monai (PR-RR) apoia o argumento de Rodrigues. Diz que “O custo é insignificante comparado ao custo do veículo. Os benefícios de sua utilização tornam o custo ainda mais simbólico”.

Hoje podemos encontrá-los por até R$ 50, mas na época da polêmica chegaram a custar R$ 150. Tudo isso por causa da intensa procura, o que gerou inclusive filas de espera e acusações de fraude.

Foi só o Contran tornar a decisão facultativa para a procura diminuir drasticamente. Mesmo assim, a obrigatoriedade se mantém para veículos de transporte, como veículos destinados ao transporte de produtos inflamáveis, ônibus, triciclos de cabine fechada e caminhões.

O PL 3404/15 ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidania, e só então irá para o Senado para aprovação.

Faça já seu consórcio!

O que não pode deixar de ser obrigatório é a sua economia ao comprar carros. Através da nossa página de marcas você encontra planos que lhe permitem isso! Todos são isentos de juros, taxa de entrada ou adesão. Aproveite a oportunidade e tenha seu carro com grandes prazos e pequenas parcelas para pagar!

Fonte: Quatro Rodas