Saiba como adesivar seu carro para as eleições
Saiba como adesivar seu carro para as eleições

Você tem dúvidas sobre como adesivar seu carro para as eleições? As eleições estão chegando e já está liberado a veiculação de propaganda eleitoral em automóveis e outras plataformas de comunicação. Mas você sabe como adesivar o seu carro para as eleições? O que pode ou não ser feito? Sabe como fazer isso sem danificar o seu carro? Não? Então esse post é pra você!

Saiba como adesivar seu carro para as eleições

No que se refere à lei para o uso de propaganda na eleição de 2018, as regras são estabelecidas pela Resolução 23.551/2017 do TSE. De acordo com a resolução, o uso de adesivos (material impresso), por exemplo, não pode exceder 0,5 (meio metro quadrado) da área total do veículo. Isso vale para a totalidade do material afixado. Caso contrário, você vai praticar propaganda irregular. O adesivo perfurado no vidro traseiro também é permitido, mas não pode ser maior que o próprio vidro.

O TSE informa que “transitar com um carro adesivado (desde que se respeitando os limites de metragem) não é boca-de-urna. A não ser que o carro seja usado em atos de campanha no dia da votação”. Então pode ficar tranquilo: dá para rodar com propagandas no veículo também no dia do pleito, respeitando o limite estabelecido e sem fazer campanha explícita.

Mesmo seguindo as restrições da legislação eleitoral, adesivar seu carro também pode render a multa de trânsito. Consultado, o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) informa, citando a Resolução 254/2007 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que é permitido aplicar “inscrições, pictogramas ou painéis decorativos de qualquer espécie”, desde que “fora das áreas envidraçadas indispensáveis à dirigibilidade do veículo que são: para-brisa e áreas envidraçadas situadas nas laterais dianteiras do veículo”.

Além disso, adesivar mais de 50% da carroceria é considerado alteração na cor. Em ambos os casos, o condutor pode ser autuado por infração grave. O que prevê multa de R$ 195,23, cinco pontos na habilitação e retenção do veículo para regularização. 

Como adesivar o carro sem danificar a pintura

Adesivar um carro corretamente não estraga a sua pintura, não deixa bolhas e também garante que o material possa ser retirado com facilidade. Se o serviço for mal feito ou o adesivo for de má qualidade, o carro pode ficar com marcas de cola ou até mesmo ter a pintura danificada. Isto pode acontecer também caso a pintura não seja a original.

Portanto, devem ser utilizadas películas de alta performance específicas para a adesivagem de veículos. Essas películas não irão agredir a pintura e serão de fácil remoção, desde que seja utilizada a técnica própria e as ferramentas adequadas. 

Faça seu consórcio!

Acesse o nosso Simulador de Consórcio, lá você encontra diversas opções das mais diversas marcas. Com planos que cabem no seu orçamento, tudo SEM JUROS e SEM ENTRADA! Lembre-se: Vote consciente!