6 sinais de que seu carro precisa de pneus novos
6 sinais de que seu carro precisa de pneus novos

Confiar apenas na vida útil do pneu informada pelos fabricantes não é suficiente. Já que existem diversos fatores que influenciam na sua durabilidade. O tipo de pneu, o modo como o veículo é conduzido, o volume de carga transportada, o clima, a kilometragem. Tudo isso pode influenciar na vida útil do pneu.

6 sinais de que seu carro precisa de pneus novos

  • Desgaste desigual. Se uma parte do pneu está mais gasta que outra, é possível que haja algo errado com a direção ou suspensão do veículo. Como boa parte dos carros têm cambagem negativa, os pneus ficam mais gastos por dentro do que por fora. Uma boa forma de evitar isso é fazer um rodízio dos pneus dianteiros com os traseiros a cada 10 mil quilômetros.
  • TWI. O Tire Wear Indicator é um dos principais indicadores de que os pneus precisam ser trocados. É uma pequena saliência de borracha no interior do sulco do pneu, geralmente indicada por um triângulo ou pela sigla TWI. Esse indicador mostra se o sulco está abaixo de 1,6 mm, que é o mínimo aceitável pela lei. Se estiver abaixo disso, além de comprometer sua segurança, o motorista irá pagar uma multa e perder cinco pontos na carteira.
  • Rachaduras na lateral: As falhas também podem ser vistas na parede lateral ou flanco. Procure por riscos, cortes ou ranhuras. Se encontrá-las, vá imediatamente a uma oficina ou borracharia. Quanto mais evidentes as rachaduras, mais grave é a situação.
  • Pressão incorreta: A pressão dos pneus costuma ser ignorada por muita gente. A calibragem é simples e gratuita e deve ser feita regularmente, desde que se observe as especificações do veículo. 
  • Bolhas e cortes: Os pneus sofrem muitos desgastes em ruas esburacadas. Às vezes, podem aparecer bolhas, cortes ou saliências que deixam o pneu mais suscetível a explosões. Nesse caso, reparos podem amenizar o problema, mas só temporariamente. Se isso acontecer com você, troque o pneu o mais rápido possível, para evitar que a situação se agrave.
  • Excesso de vibração: Embora o veículo sempre vibre quando dirigido, é possível identificar se a vibração está normal ou se é uma indicação de que há algo errado. Em se tratando dos pneus, pode ser que não estejam alinhados ou balanceados da maneira correta. O problema também pode ser interno. Ainda que o pneu não seja o principal motivo da vibração, ela pode acabar danificando o pneu. Se sentir que o carro está vibrando mais que o normal, procure um mecânico.

Faça o seu consórcio agora mesmo!

Se você tem interesse em adquirir um carro seminovo ou 0km, acesse o nosso Simulador de Consórcio e encontre o melhor carro pra você.