Não dá para viajar sem conferir se o seu carro está em boas condições. Por isso, a manutenção periódica em locais especializados, é indispensável. Porém, existem alguns itens que você mesmo pode checar no carro. A Parte 1 do “Top 10: Itens que você mesmo pode checar no carro” saiu dia 12/08, domingo. 

Top 10: Itens que você mesmo pode checar no carro (Parte 2)

  1. Itens de emergência: É de extrema importância a presença do macaco, do triângulo de sinalização e da chave de roda. Eles auxiliam em situações problemáticas e o triângulo, por ser um sinalizador, preserva a vida e possíveis acidentes.
  2. Freio de mão: O freio de mão deve estar regulado. Se ao puxar o freio de mão ele estalar de duas a três vezes e o carro ficar completamente estático, é porque está tudo bem. Qualquer consequência diferente dessa como, recomenda-se procurar um mecânico. 
  3. Volante: Antes de um percurso mais longo, faça um teste com o carro e repare se há trepidações pelo volante. Caso haja, o carro pode estar desbalanceado. Repare também se o carro está puxando para um dos lados. Caso positivo, o automóvel pode estar desalinhado. Nos dois casos, recomenda-se uma visita à oficina antes da viagem. Veja 7 motivos para fazer o balanceamento regularmente. 
  4. Palhetas: A checagem das palhetas pode ser feita de forma visual. As partes de borracha das palhetas não podem estar ressecadas e nem cortadas. Vale ressaltar, que em caso de chuva forte elas serão de grande utilidade. 
  5. Pneus: Todos os quatro pneus devem ser examinados de perto. Eles não podem estar gastos. Para isso, existe uma marca chamada indicador de desgaste: o TWI. Quando uma das partes mais próximas dessa marca alcançarem o nível do TWI, é porque o pneu está na hora de ser substituído.

Faça seu consórcio!

Você sabia que o consórcio é uma modalidade de compra planejada totalmente segura? Através dele é possível comprar o carro dos seus sonhos e economizar até 60%. Acesse o nossa Simulador de Consórcio e escolha o plano que mais combina com o seu orçamento.